País Sociedade

ADI vai participar ativamente na manifestação dos Indignados

As palavras são do secretário-geral do partido Levy Nazaré, que aos microfones da RDP África, mostrou-se perplexo, pelo facto de 5 dos integrantes do grupo organizador da marcha, os chamados “indignados de STP” terem sido detidos e depois postos em liberdade várias horas depois pela polícia nacional.

O maior partido da oposição ADI, denuncia o excesso de zelo, por parte da polícia nacional que sob as ordens diretas do titular da defesa Oscar de Sousa, deteve 5 elementos membros do movimento Indignados de São Tomé e Príncipe que promete para a tarde desta quinta-feira uma manisfestação pelas ruas do país, sob o “lema tolerância zero à impunidade”.

“Eles ficaram detidos desde as 15 horas de ontem até as 22 da noite, nós não entendemos porquê! Se eles enviaram uma carta a polícia a explicar o itinerário da marcha porque é que foram chamados à polícia e detidos?

Depois de tomar conhecimento destes factos, o ADI decidiu que vai apoiar esses jovens e não só, vamos participar ativamente na marcha”, garantiu Levy Nazaré.

A oposição garante que a onda de descontentamento face as políticas, abusos de autoridades e desmandos por parte dos que estão no poder é cada vez mais crescente. Um dos organizadores da manifestação, assegura que esta “servirá para chamar atenção da população para a necessidade de se travar a impunidade galopante que se observa nos atuais dirigentes são-tomenses”

A manifestação do movimento indignados de São Tomé e Príncipe, tem início marcado para as 15h30min desta quinta-feira.

Vai ser dividida em 4 frentes. A primeira em Gongá para os habitantes de Lobata e arredores, a segunda na Zona de Bombom para os habitantes de Cantagalo e arredores, a terceira em Bobô Fôrro para os residentes de Mé-Zóchi e arredores e finalmente a quarta e última frente que partirá da capital com concentração no campo do Riboque.

Brany Cunha Lisboa

Notícias que lhe podem interessar

África Negra aquece noites frias de Lisboa e Berlin.

Brany Lisboa

STP reforça guarda costeira contra pirataria marítima

Brany Lisboa

CEN dá luz verde à marcação das eleições

Brany Lisboa

BAD promete apoio na exploração de petróleo

Brany Lisboa

Comentários

* Ao submeter os seus dados, concorda com os termos definidos na Política de Privacidade

Usamos "cookies" para melhorar a nossa oferta. Mais informações na nossa política de privacidade. OK Mais informações