País Sociedade

Governo santomense redistribui terras abandonadas para combater a pobreza

O Governo santomense decidiu redistribuir, até Julho de 2014, cerca de 70 parcelas de terras abandonadas para aumentar a produção e a produtividade agrícolas como forma de combater a pobreza no arquipélago, soube-se, Terça-feira (9), de fonte oficial em São Tomé.

As parcelas de terra em causa foram localizadas pelos serviços do Ministério da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, para serem redistribuídas brevemente, visando a sua valorização.

“Não podemos dar-nos ao luxo de ter terras abandonadas, se quisermos combater a pobreza”, declarou a fonte, sublinhando que “cada pedaço de terra no meio rural terá que ser devidamente utilizado e explorado”.

O Governo elegeu jovens residentes nas comunidades agrícolas como os novos beneficiários, numa nova política que tem como finalidade combater a pobreza através do aumento da produção e da produtividade.

Segundo dados estatísticos disponíveis, as terras férteis na produção do cacau caíram drasticamente em comparação com o período colonial, quando “com apenas 15 grandes unidades agroindustriais, os Portugueses chegavam a produzir 55 mil toneladas de cacau, numa área de 60 mil hectares de terras”.

Depois da independência do país em 1975, a queda na produção foi bastante acentuada, e a exportação do cacau não foi além das 12 toneladas, enquanto que, nos anos 80, o principal produto nacional de exportação baixou para três mil toneladas, revelam as mesmas estatísticas.

A reforma agrária influenciada pelo Banco Mundial, nos anos 90, desmantelou o tecido produtivo deixado pelos colonos portugueses. Por sua vez, as terras tornaram-se improdutivas dando lugar ao êxodo rural, com muita mão-de-obra a abandonar as roças para a cidade, em busca de melhores condições de vida.

Com cerca de 180 mil habitantes, no Golfo da Guiné, São Tomé e Príncipe beneficia de uma situação geográfica excepcional. O país dispõe de todas as condições climatéricas favoráveis, nomeadamente terras de origem vulcânica, solo fértil e boa temperatura para a produção do cacau.

http://www.verdade.co.mz

 

Notícias que lhe podem interessar

Primeiro-ministro pede reposição da ordem judicial

Brany Lisboa

Serviços de segurança em alerta por receio de manifestações

Brany Lisboa

Mensagem de ano novo PR Pinto da Costa

Brany Lisboa

Soldado britânico é vítima de ataque terrorista em Londres

Brany Lisboa

Comentários

* Ao submeter os seus dados, concorda com os termos definidos na Política de Privacidade

Usamos "cookies" para melhorar a nossa oferta. Mais informações na nossa política de privacidade. OK Mais informações