Educação Notícias País

Empresa petrolífera angolana financia construção de escola em São Tomé e Príncipe

A Empresa Nacional de Combustíveis e Óleo (ENCO), concessionária da companhia petrolífera angolana Sonangol, financiou a construção de uma escola básica no interior da roça Agostinho Neto na zona norte do arquipélago. A escola ficará concluída dentro de três meses e visa diminuir o sofrimento das crianças, na sua maioria descendentes de angolanos, que vivem na roça Agostinho Neto. O estabelecimento de ensino de três salas de aulas, casas de banho, parque para recreio, terá o nome de Agostinho Neto, pai da independência e primeiro presidente de Angola. Falando no ato de lançamento da primeira pedra, o ministro da Educação e Cultura, Jorge Bom Jesus, afirmou que a obra vai permitir ao estado santomense formar quadros para obter a sua independência económica. A roça Agostinho Neto alberga a edilidade de Guadalupe e o seu presidente, Hermenegildo dos Santos, aplaudiu a iniciativa, que vai de encontro ao seu programa de governação.

www.panapress.com

Notícias que lhe podem interessar

São Tomé e Príncipe está entre países que alcançaram metas internacionais contra a fome

Brany Lisboa

STP forma quadros em interligações nas redes de telecomunicações

Brany Lisboa

Primeiro-ministro são-tomense considera aberta nova era nas relações com Angola

Brany Lisboa

Hino Diálogo Nacional

Brany Lisboa

Comentários

* Ao submeter os seus dados, concorda com os termos definidos na Política de Privacidade

Usamos "cookies" para melhorar a nossa oferta. Mais informações na nossa política de privacidade. OK Mais informações