Desporto País

1ª Casa do Benfica em STP nasce em 2014

A garantia é do embaixador do Benfica no arquipélago Nelson Silva. O presidente deste clube histórico de Portugal esteve de visita privada às ilhas, mas evitou falar nos projetos do Benfica para São Tomé e Príncipe. No entanto, os sócios e simpatizantes do clube no país não têm dúvidas de que a 1ª casa do Benfica nasce já em 2014.

À imagem de Portugal, São Tomé e Príncipe tem uma grande avalanche de benfiquistas. Mesmo com o domínio conhecido do Porto no futebol português nos últimos vinte anos, o glorioso continua a despertar inúmeras paixões e emoções entre os são-tomenses.

Por tudo isto, os sócios e simpatizantes do clube que jantaram com o líder encarnado na sua recente visita às ilhas, assumem o sonho de ver erguida já em 2014 a 1ª casa do Benfica em São Tomé e Príncipe.

“Há uma regra para construção das casas do Benfica, temos que seguir àquela regra mas estou pronto e até podemos construí-la no Lucumí ao lado da minha empresa”, afirmou um dos embaixadores do Benfica no país Nelson Silva.

“O presidente acolheu esta iniciativa, no sentido de nós trabalharmos em conjunto, criarmos uma comissão no sentido de nós levarmos este projeto a diante”, disse o sócio do Benfica Ekineidy dos Santos.

“O Benfica é um país, o Benfica é o mundo”, reforçou outro sócio  do Benfica Nelson Carvalho.

O presidente encarnado Luis Felipe Vieira que passou a consoada do Natal na ilha Príncipe, evitou falar sobre os projetos do clube para o arquipélago porque garantiu “ veio em visita privada” pelo que, não podia falar em nome do Benfica. Antes, preferiu falar do quão encantado ficou ao conhecer as ilhas de São Tomé e do Príncipe.

Brany Cunha Lisboa

Imagem RTPÁfrica

Notícias que lhe podem interessar

São Tomé e Príncipe está entre países que alcançaram metas internacionais contra a fome

Brany Lisboa

Portugal apoia guarda costeira são-tomense

Brany Lisboa

São Tomé e Principe 130 anos de natureza numa semana

Brany Lisboa

Partido no poder em São Tomé e Príncipe quer retirar do parlamento criação de Conselho Nacional de Justiça

Brany Lisboa

1 comentário

Comentários

* Ao submeter os seus dados, concorda com os termos definidos na Política de Privacidade

Usamos "cookies" para melhorar a nossa oferta. Mais informações na nossa política de privacidade. OK Mais informações