País Política

ADI confirma Patrice Trovoada para 1º ministro

A formação ADI vencedora das legislativas de 2010, anunciou que Patrice Trovoada é o rosto do partido para as eleições de Outubro próximo.

Ausente do país há mais de 1 ano, o líder já anunciou que vai voltar brevemente  e deverá fazer campanha junto dos seus pares, apesar da alegada perseguição política de que assumiu estar a ser alvo por parte das autoridades nacionais no poder.

O dirigente máximo do ADI é entre outras coisas, alegadamente suspeito de branqueamento de capitais, tendo sido inclusive convocado por meio de um edital publicado nas ruas da capital são-tomense a comparecer no ministério público. Em declarações à comunicação social, Patrice Trovoada nega qualquer ligação à atividades ilícitas e afirma que desconhece as acusações que pesam sobre a sua pessoa.

Destemido, asseguram os seus correlegionários, “vai participar ativamente na campanha eleitoral”.

O ADI forte candidato a vitória nessas eleições de 2014, entregou esta terça-feira no constitucional a lista dos nomes e dos documentos previstos para a participação nas eleições autárquicas, legislativas e regional de Outubro.

Brany Cunha Lisboa

Notícias que lhe podem interessar

São Tomé e Príncipe derrotado em casa pelo Benin

Brany Lisboa

“Boleia” Kalú Mendes

Brany Lisboa

Gentes e paisagens da zona sul de São Tomé

Brany Lisboa

Eleições autárquicas e regional adiadas sine die em São Tomé e Príncipe

Brany Lisboa

Comentários

* Ao submeter os seus dados, concorda com os termos definidos na Política de Privacidade

Usamos "cookies" para melhorar a nossa oferta. Mais informações na nossa política de privacidade. OK Mais informações